Carapicuíba também fará vacinação contra a febre amarela

Mais uma cidade da região iniciou atendimentos nos bairros. Itapevi, Jandira, Parnaíba e Osasco integram campanha contra a doença

Por Redação 06/12/2017 - 18:42 hs

Mais uma cidade da região iniciou vacinação contra a febre amarela. Em Carapicuíba, os atendimentos estão divididos por bairros. Nesta quarta-feira, os moradores podem procurar as UBS da Cohab II, Parque Jandaia e Ana Estela. Na quinta-feira, é vez das UBS da Vila Helena, Central e Ariston. E, na sexta-feira, na UBS Adauto Ribeiro e na Vila Menk.  De acordo com a prefeitura, a vacinação é preventiva, já que a cidade não registra casos da doença. Para ser vacinado, é preciso levar RG, Cartão SUS e Carteira de Vacinação (se tiver). Ainda na região, a campanha segue, até o dia 29, em Itapevi, Jandira e Santana de Parnaíba. Já em Osasco, está restrita a cinco bairros da Zona Norte - Bonança, Industrial Anhanguera, Paiva Ramos, Santa Fé e Três Montanhas. Um mutirão acontece no último final de semana e será retomado neste sábado, dois postos volantes: um na escola Jeanete Beauchamp, na Rua Dr. Miguel de Campo Jr, s/nº, no Portal D’Oeste, e o segundo na escola Maria José Ferreira Ferraz, na Rua Padre Manuel Dantas Menezes, 80, no Jd. Santa Fé.   Além disso, a UBS do Bonança  presta atendimento durante a semana. Haverá distribuição de senhas a partir das 8 horas. Essas áreas foram escolhidas como prioritárias porque estão próximas à mata da Fazenda Paiva Ramos, conectada ao corredor ecológico de conservação florestal do parque Horto Florestal, na zona Norte da capital paulista e onde foram registradas mortes de macacos em decorrência da febre amarela. A prefeitura ressalta também que Osasco não possui casos febre amarela e nem macacos mortos nestas matas, mas faz parte da Área com Recomendação de Vacina Temporária (ACRT), determinada pela Secretaria de Estado de Saúde, devido à proximidade com o corredor. A febre amarela é transmitida pela picada de mosquitos contaminados, incluindo o Aedes aegypti (transmissor também da dengue, zika e chikungunya). A vacinação é considerada a principal forma de combater a doença.  Todas as cidades da região vão adotar a vacinação como forma de fazer um bloqueio à doença, embora ainda não haja casos registrados. Em Cotia, Parnaíba, Itapevi e Jandira os atendimentos já começaram.