Entenda como ocorre um eclipse solar total

Para que aconteça o fenômeno, Terra, sol e lua precisam estar alinhados quase em linha direta.

Por Redação 21/08/2017 - 22:06 hs

Um eclipse solar ocorre quando a lua se posiciona de tal maneira entre o sol e a Terra que ela acaba por lançar ‘uma sombra’ sobre o planeta, informa a Agência Espacial Americana (Nasa).

A lua, então, bloqueia a entrada de luz solar que chega à Terra.

O eclipse que vamos observar nesta segunda-feira (21) é de um eclipse solar total. Nesse tipo de eclipse, o sol, a lua e a Terra estão bem alinhados, quase em linha reta.

Há também o eclipse solar parcial – quando sol, Lua e Terra não estão totalmente alinhados. Outro tipo de eclipse solar é anular, quando, pela distância em que se encontra, a Lua parece “pequena” e acaba por não tapar completamente o Sol.

Os eclipses solares ocorrem uma vez a cada 18 meses e só duram alguns minutos, informa a Nasa.

O eclipse desta segunda-feira (21) será mais visto nos Estados Unidos; mas, no Brasil, ele poderá ser observado parcialmente no monte Caburaí, extremo norte de Roraíma.